Raciocina comigo. A partir daí…

Marcelo Rezende acaba de sair da Record, onde ele estava se sentindo preterido pela emissora. O “Cidade Alerta” não existe em São Paulo (só ainda existe o lendário Cidade Alerta do Rio, apresentado por Wagner Montes, tão comentado pelo Zoando os Malas da TV.) Rezende iria fazer junto com Ana Hickmann um programa de manhã que iria substituir o Note e Anote – Claudete “A Mulher Sem Passado” Troiano está indo para a Band.
Rezende não gostou de estar sendo transferido para o jornalismo estilo “revista”.
É uma dança das cadeiras desgraçada, mas para onde poderia ir Rezende? Curiosamente as portas estão mais abertas para ele hoje do que já estiveram antes: ele poderia substituir Datena no “Brasil Urgente” da Band (Datena gostaria de assumir o “No Coração do Brasil”), ou ser mais um grande nome do jornalismo na equipe da Ana Paula Padrão, no SBT.
[EDIT: Marcelo Rezende voltou à RedeTV! para assumir o principal telejornal da emissora, onde se encontra até hoje.]
– Não acompanhei direito essa história, mas o transexual do quadro “Camilla Quer Casar” do Superpop se suicidou hoje de manhã. O programa que está no ar agora se tornou uma espécie de “Linha Direta” e está tentando elucidar o caso.

Gosto não se discute, lamenta-se
Definitivamente estou sozinho no universo. A novela-franquia Floribella está fazendo sucesso, é mole?! (Será que está tirando a Band do eterno “1-2-1-2-1-2” no Ibope?)
Não sei como, porque trata-se de más una babossêra da mesma autora de Chiquititas, que me empentelhou os pacovás durante mais de 3 anos. Cris Morena é o nome da figura.
E o que é pior: com aqueles maledettos números musicais mal traduzidos do espanhol. Por isso a minha dica é, se você gostou de uma música qualquer dessa novela aí, procure por Floricienta (nome original da novela) nos P2P da vida e ouça na versão original, pelo menos as palavras fazem sentido e rimam. Eu estava mudando de canal e peguei a versão horrenda de “Pobres los Ricos” no final repleto de assinaturas ridículas.
Não sei por quê, mas eu não suporto programas que acabam com 345609,4 assinaturas de empresas estrangeiras que nunca pegaram numa câmera de televisão pra ver como é que é em toda a sua vida. Ah, que saudade quando só tinha “Realização [Nome da Emissora]”… Se você é de uma dessas empresas, me desculpe, mas a menos que você queira me contratar (e me pagar mais de 1 SM) eu não estou ni ahi.

Falando na Band, a briga no segundo semestre vai ser boa. Em outubro tem o plebiscito sobre a venda de armas, e desde já a Globo está fazendo campanha pelo “não” nos plim plins dos filmes. Mas a Band, há uns 2 anos, já fez campanha a favor… É, só podia ser mais uma da Rede Canarinho de televisão.
Igor C. Barros… lhes diz…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s