Tamos cheios! De assunto, também…

Texto publicado no blog oficial do Pânico (por enquanto) no site da Jovem Pan 2:

ARTISTA FOLGADO DEVE SER ESCRACHADO NA TV!
A última semana foi marcada por mais uma polêmica envolvendo os integrantes do Pânico na TV. Durante gravação do quadro “Sandálias da Humildade”, em que perseguiam a atriz Carolina Dieckmann, o repórter Vesgo e Ceará foram detidos pela polícia do Rio de Janeiro e encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescente, por terem supostamente gravado imagens do filho da atriz. Mas o pior ocorreu na sequência. Na manhã de domingo, uma juíza do Tribunal de Justiça do Rio, concedeu uma liminar impedindo a exibição da reportagem e proibindo que o nome da atriz fosse citado no Pânico. Essa juíza poderia estar dormindo, fazendo cooper, lendo jornais… mas ela preferiu dedicar a sua manhã de domingo para CENSURAR um programa de televisão. Sim, pois não existe outra palavra para definir esta atitude a não ser CENSURA. E o pior é que tem um bando de jornalistas cretinos, idiotas, falsos moralistas e intelectualóides que ainda defendem a atriz Carolina Dieckmann como se ela fosse a grande vítima da situação. Quem é Carolina Dieckmann? Ou melhor, quem ela acha que é para querer exigir alguma coisa? Pra início de conversa, ela é uma péssima atriz. Depois, foi ela quem provocou toda esta situação ao destratar a equipe do Pânico durante uma festa. Portanto, ela está colhendo o que
plantou. Tem mais é que ser escrachada e infernizada pela equipe do Pânico. O que será que alguns artistas da Globo têm na cabeça? Será que pensam que são imortais? Por que não são humildes e simpáticos com equipes de outras emissoras? Além do Pânico, outros programas também deveriam abrir espaço para escrachar estes artistas que se acham “a última bolacha do pacote”. Torço para que o número de papparazzi se multiplique, para que cada vez mais estes artistas sejam flagrados em diversas situações e tenham suas imagens estampadas em revistas, jornais e programas de televisão. Outra coisa importante que deve ser lembrada é quanto aos espaços públicos. A equipe do Pânico fez suas gravações na rua. E a rua é pública! E daí que mostraram o prédio onde mora Carolina Dieckmann? É um prédio como outro qualquer. É a mesma coisa que acontece quando um repórter de tv está fazendo uma gravação na rua e o proprietário de uma casa ou estabelecimento vem perguntar o que está sendo gravado. A resposta que deve ser dada é: “Não interessa!”. Ele que assista o programa e, caso sinta-se lesado de alguma forma, vá atrás de seus direitos. Mas voltando aos artistas, o que aconteceu no último domingo foi um verdadeiro absurdo. Por que o senhor deputado responsável pela insignificante e estúpida campanha “Quem Financia a Baixaria é Contra a Baixaria?” não intervém agora, para impedir este caso de CENSURA? Porque provavelmente ele concorda com a juíza que fica do lado dos mimados e orgulhosos artistas globais. Como forma de protestar contra esta situação, o Pânico exibiu, pela primeira vez, a imagem da agressão que o repórter Vesgo sofreu do ator Vitor Fasano, há um ano. Na ocasião, Vesgo gravava uma matéria em uma festa e, quando dirigiu-se ao ator para lhe entrevistar, este respondeu com um soco. Achei que Rodrigo Scarpa (o repórter Vesgo) ficou muito calmo. Se eu estivesse no lugar dele, pegaria uma das cadeiras do local e arrebentaria a cara deste tal de Vitor Fasano. Depois, chamaria a polícia e moveria um processo nas costas dele. Só assim pra deixar de ser folgado. O Pânico veio para inovar a fórmula dos programas de televisão e, por esse motivo, muitos artistas ficam com inveja do sucesso que eles estão fazendo. Por isso estes artistas merecem ser escrachados. Tomara que o Pânico continue perseguindo Carolina Dieckmann até que ela se renda e calce as “Sandálias da Humildade”.

Faço minhas as palavras do anônimo redator – que com certeza não é do blog oficial do programa, kostumeiramente rexeado de herros de torpuguès, mas tudo bem…

PÂNICO NA INTERNÊ: CURVANDO-SE AO VIL METAL
E já está no ar o polêmico site http://www.paniconainterne.com.br – e no caso é “internê”, não “interné” como eu já escrevi aqui. Um site muito bem feito, mas vamos ver como é que ele vai funcionar direito, pra ver se esse aí merece fazer parte dos nossos links-lhes. Para ter acesso a áudios e vídeos além da transmissão ao vivo dos estúdios da rádio precisa ser cada$trado, entende?…

MUDANDO DE ASSUNTO…
Alguém aí põe fé nos novos programas da RedeTV, como a nova versão de “A Casa é Sua” com uma apresentadora desconhecida, “Video Adrenalina” com o ex-Shop Tour Duda Leite, e “Encontro Marcado”, com um rapaz de sobrenome Gasparetto mas não é o Luiz Antônio?
[Mancada feia nossa, é ele sim, Luiz Gasparetto.]
O único desses programas que tem ALGUMA CHANCE de fazer sucesso seria o Top Report, com o Álvaro Garnero e a Caroline Bittencourt, mmãns ele é redundante com o programa Amaury Jr.! Será que o Amaury vai sair da emissora?
Tudo isso, fora a nova configuração da Vila Maluca (com a “invencível” Morgane que acaba simplesmente TRAVANDO os roteiros) me faz só ligar a TV no Tarde Quente (com o pouco de humor que restou na emissora) e no Jornal da TV, onde Marcelo Rezende vai se tornando a estrela principal. Quem diria que eu iria parar na frente da TV pra ver jornalismo político… Sou um dos que vibrei quando o Jornal Nacional, a partir de 1995/96 passou a ter matérias de comportamento, mais parecidas com as do Fantástico. Claro, eu era um adolescente, não entendia e nem queria entender nada daquilo, queria mais era ver os tokusatsus e super sentais da época. E não me arrependo, a minha sina é ter atitudes incompatíveis com a minha idade, seja em que estágio for da minha vida…

VAMO RÍ, TACA AÍ!
A propósito: o Tarde Quente está empatando com o programa do Ratinho no Ibope!!!. A audiência que antes assistia Chaves nesse horário está migrando para a RedeTV!. Sílvio já pensa em pôr Chaves de volta as 18:00. E eu, se fosse o João Kleber não perdia tempo e tentaria fazer alguma coisa nova, produzida em 2005 (não precisa ser 100% inédita, mas pelo menos pra aposentar aqueles programas péssimamente arquivados de 2000 a 2002), em matéria de pegadinhas.

Em 1999 as pegadinhas (na época com Wesley Crespo, Aílton e alguns atores desconhecidos) eram gravadas em Betacam SP, exatamente como as do rival Topa Tudo por Dinheiro, ainda na ativa nessa época. A RedeTV! se virava com equipamentos alugados. Mas em 2000 a qualidade de imagem da emissora despencou (programas como os de Fabiana Saba eram exibidos com uma qualidade próxima a de VHS), e eu só tenho uma explicação: a compra dos primeiros equipamentos próprios, que só novas aquisições no final de 2002 conseguiriam melhorar a situação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s