Superpop com Mateus Petinatti: revelações sobre Hugo!

Estou estranhando o Superpop de hoje… geralmente eles deixam os melhores programas pra terça-feira, pra bater de frente com o Casseta & Planeta. O programa de hoje, second fair, está pela primeira vez, como ele afirma ser! Mateus Petinatti fez aphirmações bombásticas a respeito de sua carreira como ator, e como apresentador do programa Hugo, que ainda será muito relembrado pela próxima geração, aquela que dançará na festa Trash 90’s

Ele diz que era sacaneado em Hugo, pelo pessoal da CNT (não disse nomes, mas eu sei os nomes, capisci?) O programa era uma co-produção da CNT com a Richers Entretenimentos (que desconfio que seja do grupo Herbert Richers) e segundo conta Mateus, havia uma ciumeira por conta da CNT, pelo fato de uma co-produção ser a maior audiência da casa e eles sacaneavam os equipamentos e a produção da Richers. Ou seja, é por essas e outras que a CNT está como está hoje, ré ré re. Mas a CNT teve o que mereceu, Mateus: antes de surgir a TV JB, eles tinham míseras 4 horas por dia de programação, e péssimas. O resto era de Polishop pra baixo.

Mateus conseguiu uma façanha – isto na minha opinião, o Superpop não disse nada: se dava muito bem com Walter Avancini, um diretor que ficou conhecido no meio artístico por gritar com os atores à la Roberto Justus (isso segundo matéria do antigo suplemento de TV da Folha, haviam até atores que chegavam a bater de frente com WA).
Atualmente, Petinatti é cabeleireiro, e ironicamente, afrma ganhar muito mais do que ganhou como ator – e o que é pior, em papéis de sucesso. Mas não largou a carreira artística: quer voltar e diz que, como apresentador ou ator, seu toque de Midas prevalecerá…

E ele não sabe, mas ele chegou até a fazer parte da história da Salt Cover! É que em 1995 eu “interpretei” Mateus Pertinenti, apresentador do Clube do Zúgor (parodiando o Hugo, mas com “sérias restrições orçamentárias”), um dos programas mais engraçados que eu já fiz com câmera de vídeo. Os supostos telespectadores da Cover, na época, controlavam bonecos dos Megazords (dos Power Rangers), que lutavam através de manipulação direta. Falando assim, parece uma droga, mas foi engraçado pra caramba – e isso já era a Televisão Salt Cover, essa brincadeira que hoje vem conquistando tanta gente através do YouTube. Assim que eu voltar a ter placa de captura, essa é uma das primeiras coisas que eu quero colocar nos sites de vídeo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s