[2008] Pânico na TV: a volta dos que não foram

O Pânico na TV mais uma vez decepcionou quem esperava ver “aquele” Pânico dos gloriosos anos dourados (2003-2005) ou mesmo aquele que saiu de férias no final do ano passado.
Esperei um pouco pra escrever isso aqui, porquê queria ver a opinião do público no blog oficial do Pânico e em outros sites, e é mais ou menos a minha: eita programinha ruim, sô!! 10 de fevereiro de 2008, talvez um dia a ser esquecido na TV brasileira – embora perca feio para aquele dia do Latininho e Dercy Gonçalves no Sai de Baixo, em 1997. Como diria Ademir do Arari, vamos por pástes:
– Me enganei. Bola fazendo sotaque japonês com a luta do peixe, semana passada, estava engraçado sim. O que não teve a menor graça foi esse quadro do teste das calcinhas, mesmo com um monte de beldades na tela – qual é a graça se todas elas esboçam emoções extremas?… E a Tânia que saiu de carro da reportagem, chorando?… Há boatos de que há “alguém” desse time que não é o zero-dois, mas está pedindo pra sair. O quadro nem parecia do Pânico na TV: com meia dúzia de palavrões a mais poderia ser algum programa qualquer da MTV. Ah, detalhe: Bola já me fez rir muito com seu mau-humor, ele não é ruim não, foi o quadro mesmo. Sei lá. [EDIT: Tânia realmente saiu do programa, e podemos dizer que tudo começou neste quadro.]
– O programa tapou um espaço ANIMAL com o quadro do “repórter” César Polvilho, em plena quadra da Gaviões da Fiel, tentando fazer entrevistas nas quais ele e os entrevistados não se entendiam por causa do barulho. O chato desse quadro é que ele mostra o comodismo da emissora, por ser extremamente fácil de se fazer (é que nem aqueles programetes da Rede Record com auditório e as mesmas provas dos programas infantis da Eliana…) Talvez esse quadro tenha tido mais de meia hora no total. O “repórter”, segundo mais de um telespectador percebeu, é um integrante do grupo de humor Dez Necessários. [EDIT: Edu Sterblich se tornaria, apesar desta estreia meio esquisita, uma das estrelas do Pânico na TV, saindo daquele grupo. Os outros integrantes, em 2010, iriam para a MTV.]
– Vesgo continua um mala sem alça no palco. A senha: gravata na testa, sinônimo de matérias sem graça. Talvez nem ele tenha percebido isso ainda… Ê saudades do Descontrole. Aliás, muita gente detestou a idéia dele de sacanear o musical do Carioca e gostou que este desse o troco. Sacanear o Capitão Márvio a essa altura do campeonato, sem Vinícius e Carlinhos, é abalar ainda mais os alicerces do programa! [ A partir de 2009, finalmente a situação de Carioca se estabilizou no programa, com a estreia em definitivo do “Amaury Dumbo”. E tenho saudade até dessa época, comparado com o “Vesgo Vidro de Catchup” que se desenharia daí em diante. Pena que não há nenhum grande patrocinador internacional que use a cor azul, senão…]
– Mais um Vô ou Num Vô, digo, Baixas Horas, com Serjeta Grôisman e Xupla. O nome do quadro agora é “24 Horas”… E uma novidade um tanto bizarra: Xuplinha, uma versão miniaturizada do conquistador vivido por Daniel Zukerman. O quadro já é bem mais rápido do que antes, sem aquelas músicas dos anos 50 na trilha sonora.
– Durante o programa, uma interminável discussão: o público deveria decidir – curiosamente, via blog oficial do Pânico, até então jamais utilizado para o Pânico na TV ao vivo – se Sabrina Sato deveria vestir um “tapa-sexo” ou um band-aid (“penso rápido”, para nossos leitores d’além mar). Adivinha qual das opções ganhou? A segunda, mas muita gente reclamou que a emissora não mostrou as imagens de Sabrina com sua “lingerie” da griffe Johnson&Johnson. [Essas imagens existem, a questão é, foi no ar na semana seguinte ou só foi pro arquivo morto?]
– Christian Pior e Robaldo Ésperman vão à um baile de máscaras ou coisa que o valha. Participação especial de Glória Maria, aphanando o leque de R. Ésperman !!… É mole?! (Deveria ser o ponto alto do programa, mas não sei por quê, acabou não sendo…)
– Mais um tapa-buraco: Los Corneteiros, uma versão requentada do Homemgafone. Que caras mais chatos, esses aí empatam com o Vesgo no palco. Ah, uma coisa: a RedeTV!, “100% HD,” fez esse quadro, nítidamente (olha a ironia), com uma câmera com menos de 500 linhas de resolução. [Esses ficaram arquivados, mesmo.]
– Vesgo e Sílvio tentaram fazer o “Pedro di Lari” no sambódromo. Mas antes de chegar nesse ponto, rebobinei a fita e fui dormir… aparentemente, pelos comentários, foi tão revoltante quanto o cerceamento do trabalho de Merchã Neves e Calça Grande nas dependências do Palmeiras, fato pelo qual o clube está impune até hoje (saudaaaaades de 2003) e que praticamente acabou com as matérias do Merchã Neves – desde então eles só passaram a cobrir a seleção brasileira. [Eles não conseguiram entrar no sambódromo. Não sabia que o sambódromo ficava nos Estados Unidos!]
– Aliás, o público está sentindo falta de outras imitações de Oéééélington Muniz que não Don Sílvio, o Barão da Anhanguera. Essas imitações poderiam tapar os buracos do programa com asfalto de autódromo de Fórmula 1…
– Curiosamente, os merchãs até que estavam comedidos nesta edição do programa (parece que foram uns 5 a menos), bem que eu estranhei que Emílio e Sabrina estavam discutindo demais… sobrou tempo, mesmo com o tal do Lance [Im]Perfeito.

Como diz o Datena, “Acorrrrda, Emilhaça!!” Better luck next time, Pânico na TV.
Os caras ganham bem demais pra fazerem só isso…
(E depois que eu escrevi tudo isso, teve volta…)
PS: Caramba, acho que eu não sirvo pra ser crítico não. Segundo o Ånđirøßa, do Blog dos Ouvintes do Pânico, o mesmo programa que eu desci el sarrafo aqui foi… bom!!! É mole?! Mais um pouco e será… (blog sem links para as postagens, procure por 11/02/2008)

O DIA DE MACHO DE CHRISTIAN PIOR: EVANDRO APROVOU
Mas fica para o final este quadro que chamou a atenção: a pseudo-volta de “Um Dia de Macho”, com Alexandre Broca – desta vez, interpretado por Carioca (era Vinícius que fazia o personagem), e com uma vítima da casa. Que talvez muitos achem que andava merecendo mesmo um quadro desses: o atual “darling” do Pânico, Christian Pior… O quadro tinha um clima um tanto tenso, diferente das matérias geralmente vistas no programa e/ou protagonizadas pelo personagem de Evandro Santo. Aqui, Christian Pior enfrenta aulas de artes marciais, joga pelada, é massageado pela Piu-Piu e ao final corre de baratas – e aqui se nota que o editor que foi para a Record começa a fazer falta, porquê essa montagem não convenceu…
Na verdade, o verdadeiro sentido de tudo aquilo foi esclarecido pelo próprio Evandro em seu blog, Ovulando. Confira, que é no mínimo, surpreendente…

2 Respostas para “[2008] Pânico na TV: a volta dos que não foram

  1. É, seu Igor…

    parece que o Pânico perdeu mesmo o rumo. Eu deixei de assisti-lo há tempos pq já o considero um programa de humor igual aos que ele pretendia debochar. O humor à Andy Kaufman não agüenta mesmo muito tempo.
    E pior: para mim nunca houve diferença alguma entre o humor do pânico com atos como o de playboyzinhos cariocas (como o Bruno Chateaubriand, que faz o primo mais rico se retorcer no caixão dos Cemitérios Associados – pegou o trocadilho?) que jogam ovos nos transeuntes incautos a partir da sacada de uma cobertura em Copacabana, e de riquinhos que tacam fogo em índio pataxó. Ao meu ver o humor do pânico e esses atos preconceituosos e de desumanidade são muito próximos e refletem bem o mundo em que vivemos, em que ninguém se importa com ninguém e querem é humilhar o próximo.

    Trocando em miúdos, é o sentimento sádico experimentado ao ver as videocassetadas ou os vídeos incríveis levado às últimas conseqüências. É quase um Faces da Morte, manjas? Um Jackass à brasileira. Na minha opinião, não tem a menor graça.

  2. realmente o panico ta deixando mtu a desejar….
    ja foi mtu melhor mesmo…
    a unica materia que ainda da pra esboçar um sorriso e o dicas com bola…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s