Mas é a Daniela ou não é, auditório??

Não entendi ainda como e por quê se deu esse processo, mas o SBT agora é tocado por uma mulher: Daniela Beyruti, uma das filhas do Homem do Baú e que já dirigia programas, como “Ídolos” – onde inclusive tornou-se notícia algo curioso em bastidores da TV, que ela não deixava o pessoal falar palavrão… Su padre, don Senor, portanto, é o principal artista da casa. Se bem que eu ouvi falar que ele que andava escrevendo, vejam vocês, os textos das chamadas do SBT!…
E fica a dúvida: será que, algum dia, ainda vamos ver um SBT diferente por aí, com grade fixa, mais conteúdo nacional e jornalismo?…

A propósito, dinheiro não anda faltando no SBT agora… Está na home do site oficial que o SBT já recebeu 17 milhões e 24 milhões pelos contratos que os novelistas Walter Negrão e Glória Perez assinaram com o SBT e romperam, por volta de 1995. Eles deveriam ter escrito novelas pela emissora, mas foram arrancados de lá pela Hrrede Glóbulo.
O próprio SBT enfrentou uma situação parecida, quando Gugu chegou a ser contratado pela Rede Globo, por volta de 1988, e teve que pagar a multa de rescisão contratual. Não sei se era menor naquela época, porquê hoje a Record pensa em tirar Gugu do SBT, e a multa do contrato atual, que vai até 2010, a RECORD/UNIVERSAL não conseguiria dar conta…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s