Maysa FAIL!!

Reprodução

Reprodução (o 'cachimbo' é de outro microfone, mas vocês entenderam)

Em um anúncio de jornal publicado hoje, a protagonista da minissérie Maysa aparece como naqueles musicais da Globo dos anos 70: cantando, em um fundo preto. OK. Aliás, a minissérie promete ser a sensação deste começo de ano, ainda mais porquê seu diretor tem um envolvimento inequívoco com a história – se você ainda não sabe, Jayme Monjardim é PHILHO da cantora supracitada (a propósito, não confundir com o dublador Mário Monjardim Filho, a voz do Salsicha e do Pernalonga, “compreendeu, meu filho?…”) Jayme é um dos personagens da minissérie, e é interpretado por seus dois filhos  [e parece que ele fez uma ponta como figurante, se não me engano]

Só que, nesse anúncio, e não sei se na própria minissérie, ela canta em um microfone LeSon MK-2. Além de não ser da época, esse microfone está a quilômetros do padrão broadcast. Na verdade, é usado em serviços de som como os de caminhões de frutas. Ou seja, Maysa tem que cantar PRA CARAMBA pra se sair bem com um microfone desses!! Acho que com o MK-2, nem a Elis Regina!
[ EDIT: Veja uma foto similar a essa no site oficial da minissérie, que mostra com muito mais nitidez o MK-2, com chave de liga-desliga e tudo! ]

“Estou bêbada!” (Maísa Silva, do SBT)

E outra coisa: e o logotipo da série, em Times New Roman? OK, é bom, mas os caras estão IMPLORANDO para algum internauta, ou o Tabet do Kibeloco, ou o Maurício Ricardo, pegarem outro par de olhos, outro par de sobrancelhas, que se tornaram muito famosos em 2008, e fazer… a nova minissérie da Salt Cover!! Ré ré ré… Atenção, retransmissoras da Cover ainda em atividade, olha aí a dica procêis.
[ EDIT: Glorioso e futuro parceiro AnimaTunes, muito obrigado pela audiência – dos nossos comentários, inclusive ! ]

[ EDIT do EDIT: Mas, no dia seguinte, o Charges.com.br matou a pau! ]

Taí, infelizmente, mais uma piada que os Cassetas perderam, assim como foi a minissérie Hoje é Dia de Mad Maria em 2004.

A propósito, Maysa, conhecida pela música Meu mundo caiu… também dava um belo nome de construtora. Visite nosso plantão de vendas! Incorporação, Maysa, vendas, Dropes!

Rio Grande do Sul WIN!!

E uma outra curiosidade é que Jayme Monjardim paga uma pequena dívida com o passado, mas desta vez, o passado recente: Larissa Maciel, que interpreta a personagem-título, entre outras coisas em sua carreira, já participou de produções da RBS, retransmissora da Rede Globo em Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Em 2004, a minissérie A Casa das Sete Mulheres, dirigida pelo mesmo Monjardim, foi gravada no Rio Grande do Sul, e ele expulsou aos berros uma equipe de reportagem da RBS que veio acompanhar as gravações. Como se a RBS fosse outra emissora, tipo SBT, Record, etc.! Na época, Monjardim não sabia que a RBS é uma afiliada da Globo, a maior delas, ao lado de empresas como Rede Liberal, Rede Bahia, EPTV e RPC. Bem, agora não restam mais dúvidas de que o Jaymão já sabe.

Anúncios

4 Respostas para “Maysa FAIL!!

  1. Pois é, Igor!

    Fato é que, sem querer desmerecer a Maysa, porque ELA mereceria uma minissérie enquanto outros grandes nomes ficaram “apenas” num especial “Por Toda a Minha Vida”? Agora entendi… Não sabia desse nepotismo em relação à direção da minissérie…

    Quanto à eventual confusão entre Maísas, parece que você leu meus pensaentos… claro que não vai ser o Tabet que irá fazer a montagem, ele irá kibá-la de algum outro lugar, mas a Globo foi completamente infeliz na escolha do subtítulo “Quando Fala o Coração”, que sabidamente será parodiado por algo como “Quando Fala com o Patrão” ou assemelhado…

    Agora, a sua praia, e não é a minha, a questão dos microfones… não vi a cena, mas não duvido de você… me fez lembrar de quando os artistas faziam playback no Faustão em microfones de cabo cortado, de mentira ou que simplesmente não funcionavam (entre eles os bons e velhos Shure e o tradicional microfone “quadrado” da Globo, que ninguém sabe que modelo é e que marca fabricou)… daí eles trocavam de microfone para conversar com o apresentador, na cara de pau mesmo!…

    divertidíssimo post, pelo menos pra mim hehehe

  2. ah, igor… pelas fotos esse microfone feio aí lembra bastante aqueles microfonões antigos que nos anos 90 a Cultura e a Bandeirantes ainda usavam! e aquele que o Chapolin encontrou dentro do abajur no episódio dos documentos confidenciais!

  3. A RBS é a maior afiliada da Globo e faz parte do terceiro (ou quarto, me esqueci) maior grupo de comunicação do país.
    Um abraço e parabéns pelo blog.

  4. Meu caro, valeu pelo post, mas uma pequena correção. O dublador que você cita chama-se MARIO Monjardim (diretor de dublagem), dublador de desenhos da Hanna Barbera. O supracitado diretor e núcleo, filho de Maysa chama-se JAIME Monjardim.
    Valeu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s