É animal! E outras SBTadas

– O SBT está, meio que secretamente, gravando a volta do programa TV Animal, que será apresentado por Itamar de Oliveira, que é treinador de cães, já foi repórter do Falando Francamente, e sobretudo, é fã de Silvio Santos, a ponto de ele também frequentar o salão do Jassa.
– Tem gente falando que Tom Cavalcante estaria indo para o SBT, mesmo com contrato e até concursos de humor em andamento en la Recüêrd. Parece meio difícil de acreditar. Vale lembrar que o SBT foi o primeiro destino de Tom Cavalcante, que foi reprovado em uma seleção para o Show de Calouros, em 1984 (se não me engano, o diretor que o reprovou seria um certo Vildomar Batista…)
– Essa eu não entendi: o SBT, que mal tem uma TV externa, vai ter uma TV interna. Isso é mais ou menos como, nesta altura do campeonato, a Salt Cover ter uma TV interna…
– Um dos programas que Roberto Justus vai apresentar no SBT promete… o Cem contra Um (mais ou menos isso). Parece que é a versão original que teria inspirado programas como Eu Compro Seu Televisor e Todos Contra Um, que também contam com a participação de 100 pessoas – bom, mais ou menos, em TCU, se o participante escolhido perdesse, o prêmio era dividido igualmente entre os 49 participantes restantes, haja calculadora. Antes de surgir o Pânico na TV, o programa que eu mais gravava no vídeocassete era esse.
O programa 100 contra 1 só tem um detalhe: vai precisar ser gravado na produtora Casablanca, graças à pequena altura dos estúdios do SBT, que também já atrapalhou outros projetos, como o Jornal do SBT fase Ana Paula Padrão (essa pra mim foi uma ligeira mancada da emissora, eles não fizeram na Anhanguera estúdios mais altos do que eram os estúdios da Vila Guilherme e o Teatro Silvio Santos. A minha pergunta é: e o Programa Livre em 1998, quando era transmitido com um letterbox em 16:9, era gravado aonde, na Vera Cruz? O cenário daquela época era alto pra caramba.)
Já já, posts melhores.
[EDIT: Vai aqui mesmo. Segundo Flávio Ricco, já está confirmado, vai ser em um estúdio da Casablanca, no maior deles. Eu falei que esse programa prometia! E, vejam como são as coisas. Quem diria que o maior dos estúdios da Casablanca seria em um local tão “inóspito” quanto… um ex-cinema perto do metrô Ana Rosa?! Aquele quarteirão faz parte do meu habitat natural, é capaz que a gente se cruze qualquer dia desses.]

Anúncios

2 Respostas para “É animal! E outras SBTadas

  1. O Programa Livre que eu saiba era gravado na Vila Guilherme e em seu primeiro ano, foi no Sumaré. Em 1998, deve ter sido feito na Anhanguera mesmo, mas como o cenário simplório contava apenas com arquibancadas e fundo preto e não havia problema em vazar o teto do estúdio, acho que não tinha nenhum galho… rs

    Na verdade, os estúdios do CDT são até mais baixos do que o Teatro Silvio Santos no Carandiru (que era um antigo cinema). Isso porque o projeto dos estúdios seguia à risca o modelo da Televisa. No México, os estúdios têm pé-direito mais baixo do que nos EUA.

    > Essa última eu não sabia mesmo… Puxando pela memória, no episódio “O Show deve Continuar”, do Chapolin (no qual aparecem takes totalmente abertos do estúdio), é verdade, a altura é mais ou menos aquela.

  2. Pingback: Fique por dentro Animal » Blog Archive » É animal! E outras SBTadas « SodTV!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s