Pânico na TV, você em primeiro lugar

Meu vídeocassete me trai e começamos direto com o Pânico Delivery, com um magricelo chato and tarado. FF.

Amaury Dumbo em uma festa no Rio de Janeiro… enveredando pelo humor adulto. Com direito a “barracas” por parte do elenco prateado e “capô de fusca” (literalmente) sendo prêmio de Felipe Dylon. Um quadro meio pesado para o horário, se você é um pré adolescente, na próxima sexta, vá assistir uma MTV ou algo assim…

“Enquanto os caras ficam brigando, a gente fica se divertindo, aqui!” (Emílio Surita)

Sabrina Sato, novamente em Brasólia, pegando uma pedreira desgraçada: entregar um presente à um aniversariante que não é de muitos amigos (a não ser em Alagoas), the senator Fernando Collor de Mello, que está fazendo meia zero (lembre-se que ele era muito jovem quando foi président).
Rapaz, matéria entremeada com, sei lá, meio arquivo do José Marques Neto, onde é que eles arrumam essas coisas? Só se já tem coisa parecida com as dele no YouTube HD. Embora mais uma vez Sarney tivesse passado em branco, Collor acabou conversando com Sabrina. Tamanha simpatia quase nos fez votar nele de novo, mas um sambinha no final voltou a pôr os pingos nos is.
Ah, e o senador Aloízio Mercadante meio que se redime perante este blog perguntando à Sabrina a pergunta que não quer calar, aquela história que ela estaria namorando um homem público…

– Estréia do… Momento Collor, onde Collor (Ceará em interpretação magistral) discursa pra tudo e pra todos. Rapaz, acho que esse discurso entrou para a história dele, tanto quanto frases como “eu tenho aquilo roxo”…

– Mudando parcialmente de assunto, O Destruidor agora ataca com o cabelinho de ouro, Guile, que aniquila um Corcel, ou Belina, sei lá que carro é aquele… Não deve ter sido muito fácil, esses carros tem pelo menos a fama de terem uma lataria mais grossa que a de carros modernos.

Corra que o Serra vem Aí: el gobiernador (e curiosamente na frente das pesquisas para presidente, como assim?!) vai atrás de uma pá de fumantes famosos e semi-famosos. Este quadro já foi mais… sem-graça, gostei bastante desta vez!

Marcos Chiesa em Cenas Clássicas do Cinema. Desta vez reproduzindo algumas cenas violentas de filmes, que não ficam nada a dever à atuação dos Bolas.  Não à toa, o quadro começa com uma advertência. Uma superprodução comparado com o ar mambembe de outras edições, mas é bem chocante o negócio. A coisa mais “suave” é a reprodução de uma cena de Star Wars, mas com um lightsaber aceso por uma tecnologia com mais de 6000 anos de idade… Tá, tem a cena de beijo do Homem-Aranha, co-protagonizada adivinhem por quem. Esta edição é pra quem curte essas coisas – lembrando que, no cinema, o sangue é de mentira…

O Impòstor: Desta vez tentando chegar perto de Xuxa Meneghel, uma das personalidades mais famooooooosas do Brasil [e só dele…], por ocasião da polêmica homenagem á ela feita pelo festival de Gramado, que dividiu opiniões. Seus filmes levaram trocentas milhões de pessoas ao cinema, mas, que filmes, hein?… (Ainda mais com uma “filmografia oficial” que propositalmente omitia Amor Estranho Amor, segundo a crítica, o “melhor” filme que ela já participou. Mas nada disso foi abordado pelo Impostor.) O que acontece é que, enfim, ele e ela estiveram no mesmo ambiente.

Bem, como era esperado, é claro que não vimos que o Impostor foi expulso logo depois de beijar Ms. Meneghel, isso foi noticiado pela imprensa. O Impostor, desta vez, teve seu momento Beijoqueiro – um cara meio fraco das idéias que beijou até Frank Sinatra, e se bobear, beija este blog depois de beijar o Google.

Vesgo & Sylvio em um lançamento de um filme de Daniel Filho. Editores por fora, Anselmo Vasconcelos não está mais no Zorra, ele saiu de lá by the funds. Caramba, Nelson Xavier estava mesmo a cara de Chico Xavier…  A dupla não está bem valorizada, a ponto de ser interrompida, na maior cara-de-pau, por pessoas pouco favorecidas financeiramente. Caramba, e “Agadú” vai ser o hit da primavera, anotem aí…

Sabrina e Alfinete realizam o sonho do Michael Jackson da Xurupita, amigo do Zina: passear de helicóptero com a Sabrólia. MJ da X começa bem com mais da metade dos nossos comentaristas, elogiando a… RedeTV!?  Não, a Record! Aliás, ele tá mais pra Joseph do que pra Michael, uma figuraça. Tanto o carango quanto o helicóptero em que eles viajaram foram de primeira classe.  Zina lança um sucessor para o “Adriano tá me ouvindo”: o “Ô, Michael? Michael?” (parece os rádios que eu tenho que usar no serviço…) Enfim, aquele show de espontaneidade que cativa o Pânico há pelo menos umas 7 matérias. E brilha muito no Corinthians!

– Aparentemente, essa matéria doida pôs o Pânico em primeiro lugar de audiência.

Zina adentra o palco, para delírio da galera, onde assiste à uma versão Panical de Esta é a Sua Vida. E manda salves ao vivo! Zina mostra-se maduro e equilibrado, agradecendo os pouco mais de 300 reais arrecadados para o lance de seu cafofo dele. Amílcare Dallevo surge no palco para dizer que a RedeTV! estaria prestes a comprar sua casa e que Zina… foi contratado pela emissora!!! Não sei se como segurança ou como artista mesmo. Que seja – só faltava ele ter sido contratado como jornalista, aí ele vai ter de fazer sozinho o RedeTV news……

– E em Marília GabriHerpes, mais entrevistas: Nelson RrRrRubens (Vesgo), e Adriana Lassie (Edu Sterblitch), além de Rubinho (Carioca) e… algum trecho inédito com Marília Gabriela. Sò retificando, o TV Mulher foi nos gloriosos anos 80 (se estivesse nos anos 90, certamente melhoraria muito essa que foi uma das piores épocas para a TV). Tá, uma edição engraçada, embora desta vez não entendi muita coisa.

– Sem vinheta nem nada, surge um repórter argentino (Paulinho Serra), mostrando maneiras de driblar a lei anti-phumo. Gostei da paródia, que mostra que não há tabus para o Pânico, mesmo quando Emílio Surita acabou sendo envolvido nessa patacoada (“Faça como o Emílio Surita, apoie a lei”… que contrato que tu andou assinando, Vovô?)

“Os Guardiões”: um merchã em forma de seriado do Guaraná Anctarctica. Sei lá, ainda sou mais Chibraca & Pebo, ou a Pepa Filmes. Ou aquela novelinha da Pepsi, há uns 5 anos. E mais ou menos assim, terminou mais um Pânico na TV! Aqui, no SodTV!. Que trabalheira desgraçada, será que estarei sozinho nesta inglória tarepha na blogosfera brasileira? Agora, 3h03 em São Paulo.

Uma resposta para “Pânico na TV, você em primeiro lugar

  1. Antes, teve um “the best of” Musa da Beleza Interior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s