As piadas viram realidade: Americanos que passam o carnaval no Brasil agora podem entender o que os brasileiros estão cantando

Deu no Jornal da Globo. Um professor de inglês virou sucesso no YouTube com uma versão do hino do Flamengo em inglês. Depois uma ou outra marchinha de carnaval. Agora ele toca para turistas, fazendo o carnaval de “Nova Orleans e Bragança”… Onde o samba fica mais ou menos em segundo plano, a menos que ele cantasse Arthur’s Theme, de Christopher Cross (sai tocando a bateria que vira um pagode de primeira.)

Mas antes das versões a sério surgirem, haviam as versões “à engraçado”, feitas em piadas do Charges.com.br e do Humor Tadela (por enquanto só achei esta). E isso também depois daqueles comerciais de uma montadora de carros, não sei se a Volkswagen, onde músicas brasileiras como Samba da Minha Terra eram cantadas em alemão.

Aliás, é curioso que de repente a mídia começou a aproximar o carnaval brasileiro do Mardi Gras estadunidense. Eu ouvi a expressão “Terça-feira gorda” pela primeira vez ano passado, no Pãnico na TV, quando Vesgo e Bola (que fala inglês muito mais do que o Silvio) foram à New Orleans mostrar as confusões do Mardi Gras, como diria o Narrador da Sessão da Tarde. E este ano eu já a ouvi na Rede Globo, referindo-se ao carnaval daqui, do samba, frevo, axé, essas coisas verdeamarelas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s