Arquivo da categoria: curiosidades

Três petardos

– O Pânico na TV teve uma discreta presencça na “Rede Glóbulo de Televisão”. O time do Independiente de Medellín, que empatou em 1×1 com o Corinthians pela Libertadores, foi patrocinado pelo Pânico Energy Drink. O fato foi destacado no Twitter pelo pessoal do programa. Uma invasão das mais sorrateiras, porquê pouca gente conhece esse produto ainda. É provável que os funcionários da Globo nem tenham percebido. Acho que ainda não foi páreo para as camisas do Vasco com logo do SBT, e por falar nele…

SuperNanny é um programa que eu sempre assisto no site do SBT…
É estranho, mesmo não sendo casado (alô, animadoras canadenses, japonesas e coreanas, o meu abraço fraterno, 당신을 사랑합니다!) and não tendo philhos, eu vejo esse programa e presto atenção. Talvez para agir certo com os futuros filhos dos meus parentes, sei lá, não quero ser um tio fanfarrão. Muito menos com o phuturo cidadão americano radicado nas Filipinas Chung Wang S. C. Barros (rerere).
O fato é que o episódio desta semana promete ser bombástico. Chris Poli estava iniciando seus procedimentos, quando ela começou a ser contestada pela mulher que ela estava ajudando, mesmo quando os filhos desta estavam aceitando os métodos (o que não é muito comum nesse programa)!  O embate acabou levando Chris às lágrimas e deixando o episódio sem final, pela primeira vez – o programa é gravado desde 2006. Já havia acontecido de uma família não conseguir resolver seus problemas, mas isso aconteceu depois do final das gravações do episódio. Sacanárre! Força, Chris!
Falei do site do SBT. É capaz desse episódio ser um dos campeões de audiência no site.

Mais uma coisinha. Hoje, na Praça é Nossa, Porpettone “Tévez” vira um Na’Vi. Tá, um “anão” deles (os caras tem 3 metros de altura – o pior é que em 1994 eu tava desenhando uns personagens com proporções parecidas, só que eram marrons…), mas muito mais bem feito do que outros covers que já vi por aí, nessa a maquiagem do SBT me surpreendeu!

– Os prédios da Rede Manchete na Rua do Russell, projetados por Oscar Niemeyer, onde era a parte administrativa e estúdios de jornalismo e linha de shows da extinta emissora, estão na mira da Record para serem sua nova sede en la Ciudad Maravillosa. Lembrando que estúdio de novelas, eles já tem 10 no RecNov (ou RecDez, sei lá). A Record pode de repente acertar na mosca.

Será que sou SÓ EU que vejo vídeos no site da RedeTV!?

O nosso télespéctador Hamilton diz que eu sou a única pessoa que ele conhece que assiste frequentemente a RedeTV!. Então, no site, deve ser mais ainda. Olha só o flagra: Um vídeo de Amaury Jr., datado de 1985, em preto e branco, que no YouTube poderia quem sabe ter no mínimo, algumas centenas de acessos (ou muito mais se tivesse um uploader conhecido, como o José M. Neto), teve, hoje, a sua SEGUNDA exibição para nós!
E, detalhe: se fosse via MofoTV, seria um original em VHS. Aí, nesse caso, é um original em U-Matic, que tem qualidade melhor (mesmo que as cores tenham se perdido). Amaury Jr., inclusive, usou os serviços da empresa Procimar para converter todo o seu arquivo de fitas U-Matic e possivelmente algumas Betacam em DVD.
Amaury Jr., com um flag desconhecido da TV Gazeta, entrevista João Dória Jr., o então governador José Maria Marin (falando sobre o avanço do hoje DEM em São Paulo), Marta Rocha, o casal Bruna Lombardi e Carlos Alberto Ricceli, Tavares de Miranda (que tinha um programa na TV Gazeta anos antes), Roberta Close, Goulart de Andrade, Walcyr Carrasco e Terezinha Sodré. Se alguém mais além de mim tem curiosidad, o link é esse aqui.  Na época, o programa se chamava Flash e tinha uma abertura até que bastante caprichada para os padrões da época. Talvez o máximo de sofisticação que havia era o insert – e um a cada 5 minutos. E nem sempre bem escolhido!… Mas, taí.
E detalhe, estamos falando de Amaury Jr, que faz um programa classe AAA Machado de Carvalho platinum plus, não de outros tipos de programas que passam na mesma emissora horas antes……

Para você que trabalha lá, mais do que rolou na HrRrRredetV!

Rapaz, e os colunistas de TV insistem que os funcionários da Pena Azul do Pavão (essa idéia ninguém teve ainda…) foram desconvidados de tudo o que a gente viu ontem! Então vamos lá com mais novidades da emissora que mais dá empregos para cameramen no Brasilsilsil: Continuar lendo

RedeTV! inaugura nova sede, mas sem a gentalha (Sim, babãe! Gen-ta-lha! Gen-tal-lha! Prrrtt!!)

Neste momento, a emissora que parece que só eu assisto neste país, está para completar 10 anos (porquê a RedeTV! como conhecemos hoje surgiu em 15 de novembro de 1999, antes era a misteriosa TV!, uma versão deformada da Manchete) e está inaugurando sua nova, novíssima, novérrima sede em Osasco, perto da Panini. Que está em atividade desde janeiro deste ano. A sede atual é só 6 vezes maior que a antiga, aquela que você ficou conhecendo gracças á João Kleber e suas correrias pra fora do estúdio A veião de guerra – aliás, como está esse lugar (Rua Bahia, 406) hoje em dia, hein?…

Ah, o porquê do título? È que a inauguração está se dando SEM OS FUNCIONÁRIOS, que desde a 1h da tarde de hoje estão em casa. Sei lá então quem está pondo a emissora no ar, possivelmente uma pequena fração deles. A menos que isso seja intriga da oposição (que nem o lance dos bebedouros com água racionada no RecNov e o até agora não explicado pilar no meio de  um dos estúdios novos da RedeTV!).

Rita Lisauskas e Augusto Xavier apresentam um meio que plantão da inauguração, na nova redação do JN, digo, do RedeTV! News, com uma bancada giratória… Só quero ver como eles vão fazer com os teleprompters.
E nessa redação do jornalismo dá pra se ouvir PERFEITAMENTE os helicópteros chegando….. E, craro, gaphes à granal, assim como nas coberturas de Carnavel. Afinal, esse é o padrão RedeTV! de calidad! (Bom, pelo menos desde que estreou o logo atual, em 2000).

Uma reportagem fala, orgulhosamente, que as pessoas podem assistir o sinal da RedeTV! em todo o país via parabólica. Faltou avisar que ninguém vai ver os desenhos japoneses, e sim uma tal de iogurteira ou coisa que o valha…

A cerimônia de inauguração será no Estúdio G, com 1500 m², que curiosamente passa a ser o maior em atividade no Brasil – nem a Globo teve essas idéias na construção de novos estúdios do Projac, nem a Record com o RecNov. Quem era adepta de estúdios grandes, todos nós sabemos, era a Rede Manchete, para as novelas.
E a  emissora conterrânea do SBT (que também fica em Osasco) não esconde a pretensão de fazer teledramaturgia nesse estúdio. Um plano antigo da emissora, já ouvia falar de uma certa sitcom da Luciana Gimenez desde quando eles estaam na Rua Bahia, mas a única coisa que eles fizeram até agora foi a malphadada Vila Maluca, com um pouco mais de orçamento que Hermes & Renato.
(Aliás, já imaginaram uma novela RedeTVística? A novela teria apresentador dando o resumo, GC pedindo pra ligar pra número de celular e merchãs nos intervalos. A MENOS que eles estejam pensando em fazer diferente uma vez na vida!) E assim como eles, já já tem mais dessa nova fase da RedeTV! (Será que o Pânico na TV vai destacar as inúmeras gafes da cerimônia, assim como fez com as coberturas de carnaval da própria casa?… Acho que sim, já que eles andam sem muitos assuntos sobrando…)

A propósito: Faça como o Pânico na TV! E não fale mais o nome da S****! Prontonãofalei!

Sem querer, Mythbusters caçaram mais um mito

No programa do Discovery Channel exibido domingo passado, Jamie Hyneman e Adam Savage testaram uma história exibida na série Seinfeld, de que mergulhar novamente um taco já mordido no molho contaminaria o resto deste.
Já fui duas vezes em um restaurante tex-mex aqui em São Paulo, e me recordo que, curiosamente, mesmo nunca tendo visto aquela cena de Seinfeld até então, segui isso à risca. Mesmo tendo um molho só pra mim, e não coletivo.
O fato é que eu já estava esperando a cena ser mostrada através de desenhos, ou legendada. E só não caí da cadeira porquê estava sentado no chão: a cena, protagonizada por Jason Alexander, foi exibida dublada.

Há uma aura que cerca essa série, de que a dublagem desta seria “impossível”. Tanto é que Seinfeld já esteve na TV aberta: na Record, e legendado. Só que em um horário extremamente ingrato, cercado de programas da IURD (na época eles não ficavam concentrados na madrugada da Record).
Mas, fico aqui pensando o que aconteceria se, algum dia, Seinfeld fosse exibido pelo SBT… que já exibiu dublada a série The New Adventures of the Old Christine, com Julia Louis-Dreyfus, que foi uma das principais coadjuvantes de Seinfeld.

Há uns 5 anos, quando a redublagem estava em alta na Internet, um dos meus projetos era dublar alguma coisa dessa série, sem compromisso e à engraçado. Mas, se hoje em dia, eu não tenho tempo para as minhas produções originais, quanto mais para uma potencial bomba dessas.

Eu ainda queria ver essa série dublada [pretexto pra derrubar os servidores da WP de tantos comentários detected]. Afinal de contas, já foi dublado – e faz tempo – um outro desenho animado que eu achava que sua tradução seria impossível: Earthworm Jim, personagem vindo dos videogames, que, pra vocês terem uma noção, tenta resgatar a  princesa What’s-Her-Name, e luta contra a rainha Pulsating, Bloated, Festering, Sweaty, Pus-filled, Malformed, Slug-for-a-Butt ?…  Não sei como ficou em português, mas que traduziram isso, traduziram!
(Não sei por quê, mas tenho a impressão que o Google vai trazer vinte vezes mais pessoas aqui, e comentando em inglês…)

A propósito: Gravou o quadro da Marília GabriHerpes da semana passada? Então, faça como a MofoTV e guarde bem guardadinho. Assim como os que guardaram exemplares de Status Plus em 1982. Fikdik.

Duas da Fabíola

– Primeiro, a RedeTV! inteira, jornalismo incluído, não está falando nada a respeito do caso Zina. (Nem a Sônia Abrão, que teria asunto pra 2 anos e meio de programa! Acho que ela já começa a sonhar com a Band…)
Segundo Fabíola Reipert, eles estariam ‘se segurando’ para falar do assunto apenas no próximo Pânico na TV! Será mesmo? Creio que esse assunto já está sério demais pra o programa tratá-lo sozinho. Tá dand0 uma impressão de que o Pânico pode se queimar com essa história. Talvez até haja uns abutres por aí, sonhando com os programas Transalouca e Legendários (do Marcos Mion) com mais metade de integrantes cada um…
[EDIT: Como diria a Rosana Hermann: se a vida te der um limão, faça uma limonada. O Pânico na TV teve um cágado nas mãos, mas fez o que deveria ser feito!… Veja dois posts acima.]

– E outra notícia ainda mais inacreditável é que Roberto Justus estaria querendo levar Vinícius e Carlinhos para o SBT! E nada de A Praça é Nossa (GRAAAAAAÇAS A DEUS, o humor da emissora “FELIZ” se resumir à UM programa é o fim da picada, AINDA MAIS SEM O BATORÉ.), a agência de Justus estaria querendo investir em um programa de humor dos dois na emissora mais pheliz do Brasil.
Segundo ela afirma um tanto corajosamente em um site do grupo Record, eles ainda não renovaram contrato com a hélice de primeira. Procurados, um não atendeu o celular e outro não quis falar sobre o assunto.
Rapaz, como diria Paulo Silvino, “aí tem…
[EDIT: Roberto Justus desmente a história! Segundo ele, isso poderia ser um migué da dupla para inflacionar seu passe, uma vez que eles estão ligeiramente encostados na Record.]

Chama o síndico! Silvio Maia

A seção de E-Mails Comentados do Charges.com.br é tão visitada quanto as próprias animações do site. E no dia de hoje ela destacou Silvio Maia.

Até então, só havia esbarrado com Silvio Maia em alguns sites apologéticos. Apolo o quê? É um lance aí do protestantismo, onde uns são diferentes dos outros. Assim como no catolicismo, onde existem as diferentes ordens sacerdotais com características distintas (vide os atritos entre franciscanos e beneditinos em “O Nome da Rosa”). E alguns são bem diferentes MESMO. Tem os que consideram a bateria um instrumento do inferno (bateria, usada em músicas hardcore como as de George Benson e Celine Dion……), e tem outros que até são tatuadores, pra vocês terem uma noção da amplitude a que isso chega.  Apologética seria a análise de algumas dessas coisas, dessas possibilidades, que acabam se revelando, digamos, não muito legais… (isso pra evitar ao máximo os jargões do gêner0). Não é o caso nem de uma coisa, nem de outra que eu citei como exemplo acima.
Bem, Silvio Maia é um desses casos. Ele canta forró mas em um estilo hiper animadaço, dançando no palco com uma vontade rara de se ver, que às vezes lembra até Michael Jackson. Primeiro, não é comum cantores evangélicos das Américas sequer dançarem, quanto mais desse jeito (na África é outra história). Pois é, e dos sites e blogs evangélicos, foi parar em um site laico, o Charges.com.br… A pessoa que indicou o vídeo disse: cuidado, que ele pode disputar o próximo VMB como webhit… Quem sabe se ele produzir videoclipes, de repente… (tudo o que se vê são gravações dentro de igrejas).  Por enquanto, ele tá mais pra Top Five do CQC.
Silvio Maia, em várias de suas músicas e performances, é facilmente encontrado no YouTube. É, isso mesmo que você leu, você não está bêbado. Acho que este é o primeiro post com esta palavra-chave em mais de 2 anos.