Arquivo da tag: Canal 21

E quem precisa do Impostor, quando se tem Théo Becker?… (Não que ele seja um “impostor”, continue lendo)

Aparentemente a Record está acompanhando esta porcària de blog. Se bem que a idéia mesmo é de Théo Becker! Segundo informa a coluna Zapping, de Alberto Pereira Jr., a idéia é a seguinte: seria um quadro para o Geraldo Brasil, onde Théo tentará fazer o que o Impòstor não conseguiu: invadir a Phazenda e se encontrar com Andressa Oliveira.
É uma ideia, não é certeza de que isso realmente seja produzido. Caso realmente o fosse, poderia ser um hype a mais em torno de A Fazenda 2 e poderia, de quebra, aumentar audiência do Geraldation, que anda muito mal das pernas.

Miragre, né?

E essa vai pro Flávio Ricco, que pelo visto, também assiste aos pograma-lhes. O Apóstolo Waldemiro Santiago terá mais uma incursão internacional – e bota internacional nisso. Dia 2 de dezembro ele estará no Japão, na cidade de Nishio, província de Aichi.
Nessa província está a TV Aichi, que os cosplayers conhecem como sendo a promotora do principal evento de cosplay do mundo, o WCS. Não tem nada a ver, mas, sacumé, esse é o nome de um dos melhores programas da casa…

Sem cabeça

As matérias em telejornais tem um texto de apresentação e geralmente entra o repórter, continuando. Certo? Nem sempre.
Assim é o DOC.21, do Canal 21, que exibe reportagens de telejornais diversos da Band, incluindo algumas da Band News, só que… só as reportagens, sem suas “cabeças”. O resultado, no final das contas, é um tanto estranho…

Atenção, emissoras! Senão acontece o que aconteceu no Canal 21

Como vocês sabem, o Canal 21 tem 23 horas de programação ocupadas pela denominação evangélica Igreja Mundial do Poder de Deus. Embora estes sejam abundantes em gafes, por trabalharem com equipamentos nem sempre de boa qualidade, essa aconteceu por culpa do Grupo Bandeirantes mesmo. Anteontem, pouco antes das 21 horas, uma voz surgiu nítidamente, mixada às reprisadíssimas chamadas da denominação, dando todo o cronograma do que ele chamava de “blocos e breaks” para a programação própria do Canal 21, que vai das 21 as 0h, usando uns termos tão técnicos que eu mesmo, que sou da área, não entendi, como “diafragma” em um sentido que não é o de captação de imagens.
Foi uma gafe em horário nobre, já que isso aconteceu por volta das 20 horas. Tudo bem que, no Brasil, as 8 da noite, nem mesmo o João Carlos Saad  se lembra de assistir o Canal 21, mas sei lá… foi meio estranho. Pelo menos, quem estava assistindo pra valer não perdeu nada, porquê o áudio do funcionário do Morumbi  ‘atropelou’ apenas duas chamadas que são reprisadas mais de 20 vezes por dia (só perdem para a primeira temporada de Naruto…