Arquivo da tag: CQC

É festa! Chiclete com banana! E outras coisas amarelas

Em Santa Mônica, Calphuêrnia, Estadso Zunídio (tá parecendo o blog da Salt Cover, mas é verdade), foi realizada uma festa que muitos devem ter se arrepiado só de saber de sua existência: a festa dos 20 anos dos Simpsons.
Quem diria, a série bateu todos os recordes (inclusive de seriados como Scooby Doo, com mais anos de estrada [e muito mais repetitivo]) e está aí, ainda, mesmo com o boom de séries japonesas e depois de seriados não-animados, eles continuam aí, feios, fortes e formais (e deletando vídeos no YouTube, dammit). Não sou bem fã dos caras (eu queria mais era estar sendo rival deles), mas enfim, é isso aí.
Ah: Marge Simpson vai pra Playboy. Então, parem de zoar a galera dos hentais, eles são apenas precursores desse momento!…
Falamdo em rivais, eles os possuem: Family Guy vem se consolidando pouco a pouco como “a” alternativa aos Simpsons. Mas é exibida pelo mesmo canal, assim não vale!

– Lembra daquela campanha “Quem financia a baixaria é contra a cidadania”? Agora ela escolheu os melhores programas de TV, e quem ganhou foi o CQC.
E aquela vez que eles mandaram todo mundo para a picape, sem bip e ao vivo, não vale?… Isso o Pânico nunca fez!!

Depois de Meda, o medo

Se o blog encolheu ou cortou, clique na imagem para ler este post.

E no post abaixo, tudo o que rolou no Pânico na TV de ontem!

Lá e cá…

O CQC ganhou o prêmio Contigo de melhor humorístico, e quem veio cumprimentá-los? Carodieckmann Lina! É mole?!… Tá, pode ter sido combinado, mas que as partes aprovaram, isso aprovaram…

MÃNS, por outro lado, acho que vai chover . Acreditem se quiser, el Repuêrter Vesgo acaba de GANHAR na justiça! A respeito do soco que ele tomou de Netinho di Paula em 2005, por ocasião da inauguração da TV da Gente.  Te cuida, Jenson Button…
(Se bem que isso acontecer à esta altura do campeonato, logo quando Netinho voltou a mídia e começa a reconquistar sua popularidade – até entre mim, se existe esse termo – isso parece uma ligeira sacanárre com o rapaz.)

BÔNUS TRAQUE
– O site do SBT anda aprendendo com a Globo.com e agora também está dando notícias institucionais sobre a emissora como um todo. A primeira é que Arnaldo Saccomani está escolhendo a trilha sonora de “Vende-se um Véu de Noiva”. Ok, ok, próximo… E preciso postar alguma coisa no ICBIt’s.

Quem diria…

Rafael Cortez, repórter do CQC, está tentando lançar seu novo CD, segundo o saite O Phuxico. A dificuldade é que o CD não é ‘engraçado’, como o playlist da Rádio Salt Cover… Trata-se de um CD erudito, de violão clássico. Rafael é violonista há 15 anos. (Até tomei um pequeno susto, pensei que ele tocasse violino, instrumento completamente diferente e um tanto mais impopular, mas reli a matéria…)

Outro humorista também é músico “às sérias”: Renê Vanorden, do Café com Bobagem, que me conste (eu ouvi isso no rádio, em 1995), parece que seria maestro, desses que regem orquestras, mesmo! E outra pessoa phamosa também toca violão clássico como Rafa Cortez, mas incorporou isso aos personagens de humor que fez na TV: Rubén Aguirre, o Professor Girafales de Chaves, não é à toa que ele ensinou violão pro Quico…

UÊPA!

Marcelo Tas informa: deputado Flávio Bezerra (PMDB – CE) pediu “providências” a respeito do programa CQC!
Eles nem voltaram ainda e já estão começando a lembrar certos antecessores de seu segmento de público na mesma emissora. Ou o mundo se esqueceu do nefasto dia em que um advogado do Grupo Abril/Naspers quase tirou a Band do ar por causa do programa Descontrole?…  Mas continuamos aguardando a volta ao ar do programa argentino mais querido do Brasil, parece que no dia 2 de março, en la tela de la Buend.

Kassetada!!

Quem diria: uma das piores brigas que eu vi em frente das câmeras do CQC foi logo com um dos repórteres do programa entrevistando outro – Oscar Filho entrevistando Felipe Andreoli. Farto material para a próxima coluna da Phabíola Reipert… Foi até meio difícil curtir a matéria seguinte, ancorada pelo mesmo Felipe Andreoli. E depois phalam do Pânico…

Como diz o apóstolo, larga pra lá…

Briga entre Luana e Dolabella acaba na delegacia – O Dia Online/ Terra

Pessoal do Pânico na TV: Já dizia um velho e conhecido refrão, “em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher!”…
Já já eles vão tirar a Malisa e a Amy Winehouse pra botar uma matéria de 50 minutos com Vesgo e Sabrina (só pra ficar pior ainda) tentando reconciliar o ex-casal.  Que  Bolinha e Emilhaça não nos ouçam.
E a propósito, não aguento mais ver repórteres do CQC apanhando. Espero que, semana que vem, o humor volte à bater cartão no Morumbi.

CQC Especial: Quadro à la Casseta

Um quadro do CQC exibido hoje mostrou o que seria o “treinamento” dos repórteres do CQC para as eleições, em timing cinematográfico. Não é bem a praia do programa, mas como tapa-buraco, VALEOOOOOOOOOOOOOO!!!! Se fosse o Pânico na TV, iriam enphiar uns 7 merchãs a mais. E com a Sabrina. A propósito, POR ENQUANTO os merchãs do CQC estão até que bem suportáveis, eles são como “versões alternativas” dos comerciais dos produtos apresentados. Resta saber até quando certas iogurteiras e organizações tabajaras da vida se manterão longe…
Uma curiosidade é que essa parte do “treinamento” foi gravada, segundo Tas, pela equipe que faz a novela Água na Boca. Em uma emissora maior, como a Record, isso seria inimaginável… Mas tava bom, achei até que era alguma coisa dirigida pelo próprio Marcelo Tas, que manja dessas coisas (quando o Rafinha phazia seus primeiros vídeos para a Página do Rafinha, Tas já gravava os seus trocentos anos antes.) O destaque , na verdade, é ver os repórteres como eles mesmos vivendo situações cômicas. Alguns, como Rafinha Bastos e Danilo Gentilli já são pheras nisso, enquanto outros são meio peixes phora d’água, como Felipe Andreoli, o repórter mais “jornalista” mesmo, do grupo (ele tem suas tiradas engraçadas, mas dá pra imaginar ele em um telejornal esportivo, por exemplo). Eu só acho que às vezes eles pegaram pesado demais com eles mesmos: Rafinha tomando suborno (de calcinhas – calma, eu explico, ele recebe uma mala repleta das mesmas) contra o Proteste Já e dupla de ladrões de carro não me pareceu tão engraçado assim.
Durante o programa, Marco Luque phinalmente saiu da mesa e fez sua primeira matéria enquanto repuêrter. Demorou, mas saiu! Aliás, mais um que a altura engana, ele é mais alto do que parece na mesa. O programa encerrou mostrando alguns erros de grabación.
E, caramba, os repórteres do CQC apanharam pra caramba das equipes de certos candidatos que aparecem tão sorridentes no horário eleitoral… Fica o meu recado para o PX: Barbas de molho, companheiros. O CQC pode tirar vocês do poder na era d.L. !!! Aliás, quem era aquela pessoa atrás do Lula que apareceu com rosto embaçado?…

Eu potrestis!! Mariana Kupfer não passa pelo CQTeste

Frase da lavra de Mumu da Mangueira. Rapeize, levei um baque no CQC ao ver, no CQTeste, Mariana Kupfer levar um baile do teste e superar o recorde negativo de Neguinho da Beija-Flor. Puts, mas logo ela, que na Casa dos Artistas II jusamente me chamou a atenção pelas conversas de altíssimo nível?… Inclusive mostrando seu conhecimento de inglês bem acima da média (só perdia pro Phil Miller, locutor desse programa, que faz locução em inglês.) Acho que ela não entendeu muito bem o mecanismo desse ‘teste’…
E sua presença no CQC é emblemática: MK já fez parte do programa Pânico, da Jovem Pan FM (quando eles nem sonhavam em estar na TV), mas saiu brigada com o grupo. Muito antes de Carolina Dieckmann e Preta Gil, o Pânico na TV não podia mencionar o nome dela!…

E um abraço para o repórter-stand-up-coragem Rafinha Bastos, que fez a primeira matéria do CQC at the National Congress! Rapaz, o cara teve a coragem de phazer para um determinado político “aotêntico” as mesmas perguntas que o Danilo Gentilli já tinha feito da outra vez, quando levou cartão vermelho, digo, verde-oliva! E recebeu as mesmas respostas, em gemidos inexprimíveis…
Era bom o pessoal de Brasília se inteirar sobre a história do CQC antes de ficar chutando eles como se fossem a escória do país: na Argentina, o presidente Fernando de la Rúa detestava o CQC, e só pra sacanear, o adversário político Néstor Kirchner, quando assumiu a presidência, convidou o pessoal do CQC argentino para sua posse.  Como diziam alguns apresentadores em horários políticos passados, “pensem nisso”!