Arquivo da tag: Professor Chorrond

Obrigado, professor Chorrond!

Eu não sei nem como se escreve. Mas em 1991 eu vi na televisão algumas das sacadas de humor mais bem boladas que eu já vi.
O programa Dóris para Maiores era muito diferente do Casseta & Planeta Urgente, que o substiuiria no ano seguinte. Boa parte do tempo do programa era preenchida com vídeos retirados de emissoras em vários lugares do mundo. Um balé japonês com oito câmeras de televisão, por exemplo, ou a abertura de um obscuro programa de TV peruano, simplíssima, sem efeitos especiais, só pessoas cantando no estúdio. É engraçado, esse programa vivia em 1991 um conceito que nem existia naquela época: o da globalização.
E um quadro que apareceu acho que só em duas edições era um quadro de humor francês que… digamos que até mesmo a RedeTV! conseguiria fazer, de tão simples.O Professor Chorrond era um sujeito careca, de óculos e bigode (lembrava um pouco o Michel Serdan), e que ensinava as pessoas a fazer algumas coisas das quais elas nunca iriam precisar… Por exemplo, um cortador de legumes feito com uma foice e um martelo, igual ao símbolo do comunismo. Ou uma forma de cortar batatas fritas usando uma raquete de tênis! O quadro terminava de uma forma que não tinha absolutamente nada a ver com o programa “Dóris”, e por isso era tão engraçado: A câmera fechava na nuca do ‘professor’ com sua cara desenhada nela e os óculos postos ao contrário, e o texto: “Muito bem, crianças, e como é que se diz? Obrigado, professor Chorrond!”
O quadro era narrado por Francisco Milani, que começava no Dóris sua carreira como “o locutor do Casseta”.
Não sei daonde veio esse quadro, quem o fez, e nem sei como se escreve o nome dele. Mas que foi algo sensacional e se destacou do resto do “Dóris”, foi esse quadro aí. O cara consegiu ser praticamente um Chespirito francês.